terça-feira, 28 de junho de 2011

Espelhos.

Sabem como é a sensação de percorrer quilómetros, ruas e ruelas, estradas e estradinhas, só para no final nos depararmos com um beco sem saída? Pois eis que aqui estamos, EU e TU, NÓS, neste mesmo beco sem saída, até onde chegamos, até onde isto tudo nos levou.. Acreditas? Algumas vez acreditaste? 
Incrível, é realmente incrível aquilo de que somos capazes. Lembras-te do vento por entre os nossos cabelos? Recordas-te dos sorrisos rasgados, esboçados? Das palavras ditas no calor do momento mais sagrado, da pele arrepiada por um beijo, do doce toque de umas mãos pela nossa pele como se fossem cetim?
Ai como tudo se foi, simplesmente se foi, ou se deixou ir.. gosto de pensar que apenas paramos o tempo, talvez porque me reconforta, ou mesmo porque me corroí por dentro pensar noutra razão.
Foi em tempos , parte de mim, parte de ti, e uma grande parte nossa.. por muito que possamos dizer tínhamos nos realmente uma à outra corpo e alma .. mas não sei porquê tu fugiste, correste sem não mais olhar para trás, para o que deixaste. 
Sabia que mais tarde ou mais cedo te veria sair de junto de mim, mas nunca julguei que doe-se tanto.
Levaste contigo dor, lágrimas, sais-te com as mãos sujas de vergonha, porque sabias que era errado, mas mesmo assim não paraste.. deixaste-me sem nada, sozinha, nua, sem alma, sem identidade..fugiste e escondeste-te.. não encontro mais o teu reflexo apenas uma imagem branca , um vazio, um lugar, tiraste o sentido a tudo o que havia conquistado, a tudo o que havia tido, a tudo. 
Julgava seres carne e osso, seres compaixão, seres coração, seres EU.. mas não, nem eu nem ninguém.. apenas te resumes a um mero reflexo no espelho, um espelho que em tempos tivera  sido  meu.. mas não mais..
 Agora apenas um espelho, num redopio de flash passas por mim e já não mais te reconheço, apenas te sinto.. fraca, escura, triste.. TU , reflexo da minha alma TU .. Espelho de uma vida perdida....

Sem comentários:

Enviar um comentário